Escola FDE Jardim Ataliba Leonel

São Paulo - SP

Projeto

2003-2004

Obra

2006

Arquitetura

Angelo Bucci
Alvaro Puntoni

Maria Isabel Imbronito
Colin Billings
Ciro Miguel
Juliana Braga
Carolina Gimenez
Tobias Xavier
Omar Dalank

CONSTRUÇÃO
L'Annunziata

CONSULTOR ESTRUTURAL
Jorge Zaven Kurkdijian

PAINEL
Speto

FORNECIMENTO PINUS AUTOCLAVADO
Preservam

FOTOS
Nelson Kon

Peço-lhes que encarem ainda uma vez o seu trabalho de um outro modo, como uma missão: criar para os meninos de amanhã lugares de origem, cidades e paisagens que constituirão o mundo das imagens e a imaginação desses meninos. E gostaria que vocês levassem em conta o contrário do que, por definição, é a sua missão: não projetem apenas construções, criem também espaços livres que preservem o vazio, para que o cheio não nos obstrua a vista - que ele deixe o vazio para o nosso descanso.¹

O relevo acentuado que caracteriza a área onde se implantou a Escola Jardim Ataliba Leonel, Pedro de Moraes Victor oferece, como é típico destas situações topográficas, vista panorâmica do bairro, principalmente na vertente oposta do vale, marcada pelo verde da mata de uma extensa área de preservação que predomina nas cotas mais altas.

O edifício da escola foi implantado longitudinalmente ao longo de um eixo paralelo à rua Boaventura Coletti, marcando de uma esquina à outra toda a extensão desta frente da quadra.

A conciliação necessária entre os níveis do terreno e das ruas sugeriu a adoção de uma nova topografia com três platôs em diferentes níveis:

- o de nível mais alto, junto à esquina com a rua Carlos Martel, marca o acesso dos estudantes em nível com o pátio coberto.
- o de nível intermediário, junto à esquina oposta com a rua Jaime Frazier, marca o acesso à administração.
- entre os dois, um platô artificialmente rebaixado para se fazer coincidir com o nível da rua Boaventura Coletti abriga a quadra poli esportiva que, nesta situação, serve aos estudantes nos horários de aula e também se abre para a cidade nos finais de semana.

As salas de aula foram todas dispostas num único nível elevado, com galerias de acesso perimetrais junto às fachadas leste e oeste que descortinam a paisagem circundante e revelam os espaços internos da Escola. Essas galerias atravessam toda a extensão do terreno perfeitamente horizontal por sobre variações de nível que marcam os três platôs junto ao chão. As salas de aula não ocupam o espaço sobre a quadra poli esportiva, mas esse vazio contém a escadaria e praça de acesso às aulas e, também, as passarelas metálicas atirantadas na estrutura de aço da cobertura que são o prolongamento das galerias das salas de aula. As duas fachadas longitudinais, e as galerias, são protegidas por painéis de maneira que atenuam a incidência do sol e da chuva.

O vazio do platô inferior é o espaço onde a escola e a comunidade se reconciliam. Reconciliam-se no mesmo nível da rua, na quadra aberta nos finais de semana e nos grandes painéis que exibem o grafite do artista. A partir daquele vazio e das passarelas que o atravessam, a partir do ponto de vista que se abre dali à paisagem, os meninos poderão se situar no mundo:

o mundo das imagens e a imaginação desses meninos.

1. Pronunciamento de Wim Wenders aos arquitetos


PUBLICAÇÕES:
Periódicos

ESCOLA PUBLICA EM SÃO PAULO
catálogo exposição v biau / espanha / 2006

PRÊMIO IAB/SP MENÇÃO HONROSA
projeto design / brasil n 323 / 2007

TRES ESCUELAS PUBLICAS
summa+ / argentina n 90 / 2007

NEW PUBLIC SCHOOLS FOR SÃO PAULO
oris / croácia n 50 / 2008

ESTÉTICA E RACIONALIDADE
arquitetura&aço / brasil n 17 / 2009

ESCUELA FDE JARDIM ATALIBA LEONEL
aa arquiteturas de autor / espanha n 54 / 2010

ESCOLA NO JARDIM ATALIBA LEONEL
monolito / brasil / janeiro de 2011

BSI SWISS ARCHITECTURAL AWARD
catálogo exposição / italia / 2012

Livros

COLETIVO 36: PROJETOS DE ARQUITETURA PAULISTA CONTEMPORÂNEA
ana vaz milheiro, ana luiza nobre, guilherme wisnik
ed cosac naify / são paulo / 2006

ARQUITETURA ESCOLAR PAULISTA: ESTRUTURAS PRÉ FABRICADAS
avany de francisco ferreira, mirella geiger mello
fde diretoria de obras e serviços / são paulo / 2006